Em qual temperatura seus empregados trabalham?

Existem inúmeros estudos que demonstram que doenças psiquiátricas, como a depressão, por exemplo, são incapacitantes e que são o grande mal do século XXI.

Algumas dessas doenças, como já destacamos em artigo anterior, têm relação direta com o ambiente laboral. Outras, embora já existentes, são agravadas pelas condições de trabalho.

Mas, em ambos os caso, essas doenças podem levar o empregado a se afastar de suas funções, muitas vezes de forma definitiva.

Por isso, é preciso ter um olhar atento para as pessoas, o que exige um departamento de Recursos Humanos bem treinado e orientado, inclusive quando se aborda questões de legislação trabalhista e previdenciária.

Empregado desmotivado, isolado, estressado, irritado e com insônia (sintomas da depressão e outras doenças psiquiátricas) jamais será um empregado produtivo.

Mas, além da falta de produtividade, há, ainda, outras questões financeiras: empregado doente gera mais despesas para empresas que concedem (na totalidade ou parcialmente) seguro saúde a seus empregados, tendo em vista que cálculo anual de reajuste desse benefício está diretamente ligado às despesas médicas e hospitalares de seus segurados, no ano anterior.

Por isso, empresa atualizada dá efetiva importância às pessoas, investe em conhecimento e treinamento, preocupa-se, verdadeiramente, com a segurança e bem-estar de seus colaboradores, envidando seus esforços na prevenção de doenças e acidentes.

Assim, é preciso refletir: qual é a filosofia de sua empresa? Quanto a empresa está disposta a investir em pessoas e prevenção de doenças e acidentes?

Afinal, em qual temperatura seus empregados desenvolvem suas atividades profissionais?

Autor | 2019-09-18T18:14:55-03:00 setembro 18th, 2019|Artigos|