Ergonomia em tempos de teletrabalho

Ergonomia é o estudo da atividade de um trabalhador e dos equipamentos por ele utilizados para desenvolvimento de suas atividades profissionais, com a finalidade de identificar inadequações e fatores de risco e, assim, garantir saúde e segurança no ambiente de trabalho.

Tem por objetivo promover a integração entre a capacidades e limitações do trabalhador, suas condições de trabalho e a eficiência do sistema produtivo.

Programas de ergonomia têm se mostrado eficazes na busca pelo bem-estar dos trabalhadores.

As empresas, mesmo diante necessidade de adaptação aos tempos de isolamento social e prestação de serviços em regime de teletrabalho, não podem deixar de cuidar da saúde dos empregados.

Por isso, mesmo nessa modalidade de prestação de serviços, sendo definitiva ou transitória, os aspectos ergonômicos devem ser, rigorosamente, observados.

No Brasil, os requisitos básicos que as empresas devem adotar relacionados à ergonomia estão descritos na Norma Regulamentadora (NR) n. 17.

Nos termos do item 17.1.2., da referida Norma, cabe “ao empregador realizar a análise ergonômica do trabalho, devendo a mesma abordar, no mínimo, as condições de trabalho, conforme estabelecido na própria Norma Regulamentadora.”

E, isso inclui, necessariamente, as atividades desenvolvidas, em regime de Home Office ou Teletrabalho.

Por isso, profissionais da área de Segurança e Saúde Ocupacional (SSO) precisam estabelecer manual com práticas ergonômicas.

Além disso, a comunicação e o desenvolvimento de procedimento de avaliação ergonômica, com clara definição de cuidados a serem seguidos, são fundamentais para a preservação da saúde dos funcionários.

Assim, antes de se iniciar a prestação de serviços, por Teletrabalho ou Home Office, a empresa deve ter certeza que as condições de trabalho do colaborador seguem as exigências relacionadas à ergonomia impostas pela Norma Regulamentadora n. 17 e que estão de acordo com o manual de práticas ergonômicas.

E, se o empregado não dispõe de condições ideais, para iniciar a prestação de serviços, em regime de teletrabalho, a empresa deve adquirir todos os equipamentos necessários, a fim de que a saúde do trabalhador não seja afetada por condições impróprias ao desenvolvimento das atividades profissionais.

Também, é dever da empresa verificar, com frequência, se esse empregado tem obedecido regras de descanso, com intuito de preservação da saúde.

Chamamos a atenção para esses aspectos de suma importância, uma vez que doenças de natureza ocupacional, como LER/DORT, têm surgido mais frequentemente.

Ademais, o cuidado com a saúde reduz o número de afastamentos de colaboradores, garantindo mais qualidade e produtividade.

Nosso escritório está apto a auxiliar sua empresa, visando a garantir, em atuação conjunta com sérias empresas de engenharia e segurança do trabalho, condições ergonômicas na prestação de serviços e, assim, ambiente de trabalho mais próspero e bem sucedido.

Autor | 2020-07-15T18:35:35-03:00 julho 15th, 2020|Artigos|
× Contato