Departamento de RH e o Advogado Trabalhista

Como o departamento de Recursos Humanos lida diretamente com pessoas e direitos e deveres do trabalhador, a aproximação desse departamento ao advogado que cuida das questões trabalhistas é estratégica, tornando-se de suma importância a qualquer empresa que visa ao aproveitamento máximo de sua mão de obra.

Pequenas empresas, que não contam com departamento jurídico interno, devem se preocupar na contratação de profissionais do ramo jurídico, para acompanhamento e aprimoramento das relações trabalhador-empregador.

É de fundamental importância que a equipe de RH seja organizada e que conheça os principais direitos trabalhistas dos empregados.

Mas, a contratação de profissional do setor jurídico, além de colaborar com o aprimoramento dessas relações, auxilia na imediata solução de conflitos ou aconselhamento ao profissional de recursos humanos em questões mais complexas.

Um departamento de RH atuante deve contar com um mínimo de planejamento, a ser elaborado com auxílio jurídico, visando à composição de plano de cargos e salários e regulamento interno, ao registro adequado da jornada de trabalho e pagamento de eventuais horas extras e adicional noturno, à estrita observância de convenção coletiva e etc., além de poder auxiliar a empresa em negociação de acordos coletivos de trabalho com o sindicato representante da categoria profissional.

O departamento de RH, em conjunto com os profissionais de direito, pode, inclusive, desenvolver planos de Compliance, tão importante nos dias de hoje, inclusive quando falamos de pequenas e médias empresas.

É preciso buscar a mudança da cultura empresarial que, normalmente, procura o profissional da área do direito apenas para atuação contenciosa (solução de conflitos).

O investimento em consultoria preventiva, com a aproximação do departamento de RH ao advogado é bastante produtivo e essa cultura independe do ramo de atividade: os resultados, apesar de colhidos a médio e longo prazo, geram maior satisfação dos empregados e, por consequência, maior produção e resultados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima