EMPATIA NAS RELAÇÕES DE TRABALHO

Temos, reiteradamente, insistido na importância do bem estar psicológico do empregado, para aumento da produtividade de uma empresa.

Esse bem-estar passa, necessariamente, pela empatia, que interfere nas relações de trabalho, e lidar com essa questão é de fundamental importância em ambientes corporativos.

Empresas preocupadas com o crescimento adotam práticas de gestão de pessoas, incentivando, diariamente, a prática da empatia, tanto por empregados, como por gestores e direção, isto porque já concluíram que o elemento humano é fundamental para seu desenvolvimento e sua prosperidade.

Conhecer melhor o colaborador ou chefe, buscar informações sobre perspectivas de vida no âmbito pessoal e profissional, saber ouvir e apoiar as pessoas, etc, são medidas fundamentais para o desenvolvimento das relações interpessoais, que devem ser guiadas pela confiança, resultando, assim, em maior comprometimento e engajamento em prol do desenvolvimento das atividades de uma empresa.

E, então, perguntamos: como o departamento jurídico pode auxiliar o departamento de recursos humanos, na construção dessa relação entre empregados e empregador?

O real conhecimento sobre direitos e deveres interfere nas relações interpessoais: a empresa empática, representada por seus dirigentes, observa a legislação e as regras de convenções e acordo coletivos, garantindo ao empregado mais segurança no desenvolvimento de suas atividades profissionais.

A Empresa produtiva se ocupa com a empatia. Por isso, um bom ambiente de trabalho depende de um regimento interno bem elaborado, com regras claras e bem definidas.

Por outro lado, o empregado empático conhece seus direitos e cumpre seus deveres, porque sabe que o sucesso da empresa o ajudará a prosperar.

Da mesma forma, a valorização da mão de obra é um meio de manifestação de empatia, ao passo que a valorização da oportunidade dada para o desenvolvimento profissional é manifestação de empatia pelo empregado.

Concluindo: conhecimento, equilíbrio, elogio e, consequentemente, valorização de parte a parte são fundamentais para uma empresa atingir seus objetivos.

Pense nisso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima