O preconceito em ambiente de trabalho. O que fazer?

Apesar de alguns avanços na sociedade, sabemos que, ainda, há muito a ser conquistado, quando o tema é preconceito.

E, se o preconceito (ou injúria) é praticado dentro do ambiente de trabalho? Nesse caso, a empresa é obrigada a reparar o empregado que sofreu injúria?

A resposta pode ser sim.

De acordo com o art. 932, III de nosso Código Civil, “são (…) responsáveis pela reparação civil o empregador ou comitente, por seus empregados, serviçais e prepostos, no exercício do trabalho que lhes competir, ou em razão dele”.

Por isso, toda empresa deve estar atenta à qualidade do ambiente que proporciona ao seus empregados, ao comportamento de seus colaboradores e, principalmente, deve abrir um canal de comunicação para que aqueles que se sentem injuriados possam se manifestar e buscar ajuda.

O dever de investigação é apenas o primeiro deles.

Uma vez amplamente comprovada a conduta preconceituosa, a empresa deve tomar atitudes severas e, assim, aplicar sanções proporcionais à gravidade da conduta daqueles que provocaram dano à vítima.

Mas, tome cuidado!!!

A omissão, em caso de injúria amplamente comprovada, levará a empresa a responder pela reparação à vítima, já que nesse caso, é responsável pela escolha de seus colaboradores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima